brazino777

Novo Corsa 2024 tem sistema híbrido que virá para o Brasil em 2024

opel corsa 2024 6
opel corsa 2024 6

O Novo Corsa agora tem uma terceira opção de motorização na Europa, ainda que em realidade não seja de fato um motor novo, mas um sistema de eletrificação que veremos no próximo ano no Brasil.

Trata-se do MHEV ou Mild Hybrid, com sistema elétrico de 48 volts, que agora atende as versões do Opel Corsa com motor EB de três cilindros 1.2 Turbo, o conhecido Puretech.

O sistema surge como opção ao 1.2 aspirado de 75 cavalos e ao elétrico de 156 cavalos, dispondo de versões de 100 ou 136 cavalos, sempre com transmissão automática de oito marchas da Aisin.

opel corsa 2024 5
opel corsa 2024 5

Com essa tecnologia, o motor 1.2 Puretech Turbo desliga pouco antes de parar e também religa após movimento, reduzindo o consumo de combustível e as emissões de poluentes.

Trata-se de uma tecnologia que ajudará o Noov Corsa a enfrentar a pressão ambiental na União Europeia e também será o sistema que a Stelantis iniciará a produção aqui, em 2024, sob o nome de BioHybrid.

O “Bio” vem do etanol, que será usado também no motor com sistema MHEV de 48V para reduzir ainda mais a emissão, porém, do Novo Corsa, apenas o pacote de eletrificação será servido no Brasil.

opel corsa 2024 9
opel corsa 2024 9

Isso porque após a Stellantis, a ideia da presença da Opel no Brasil se desvaneceu com o fortalecimento das marcas francesas, em especial a Peugeot, o que deixa de lado um retorno de nomes como Corsa, Astra ou Zafira, por exemplo.

Além do Mild Hybrid, o projeto do BioHybrid da Stellantis contempla ainda versões HEV (híbrido comum) e PHEV (plug-in), igualmente oferecidos com motorização flexível em combustível.

opel corsa 2024 8
opel corsa 2024 8

Desenvolvidos em Goiana, Pernambuco, os pacotes de hibridização da Stellantis no Brasil, especialmente o MHEV, serão introduzidos em vários produtos das marcas Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën.

Isso deverá ocorrer em sinergia com os motores GSE 1.0 Turbo e 1.3 Turbo, que agregam mais tecnologia, ainda que a Stellantis possa adicionar o sistema ao Firefly 1.3, porém, ficaria muito caro para sua proposta.

 

 

 

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no brazino777, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X

brazino777 Mapa do site