damanbet.in

Estes são os Melhores Carros do Brasil em cada segmento (2023/2024)

Mais um ano se encerrou, num período bem movimentado para a indústria automotiva por aqui. Tivemos alguns lançamentos e boas surpresas no mercado, ao mesmo tempo em que vimos modelos que não atingiram a expectativa.

No geral, foram quase 2,2 milhões de unidades comercializadas, entre automóveis e comerciais leves, o que representou um aumento de 11,3% sobre o ano anterior. Mas quem foi melhor em cada categoria?

Abaixo vamos falar sobre a melhor escolha em cada categoria: popular de entrada, hatch compacto, sedã compacto, sedã médio, SUV compacto, SUV médio, SUV grande, picape pequena, picape média e picape grande.

A escolha foi feita com base em nossas avaliações e na opinião geral sobre cada modelo, o que inclui seu desempenho nas vendas, preço e nível de equipamentos. Quem se deu melhor?

Confira!

Popular de entrada: Renault Kwid

renault kwid outsider 2023
renault kwid outsider 2023

A categoria dos carros mais baratos do mercado brasileiro tem dois concorrentes que brigam especialmente no preço, pois em outros aspectos eles ficam bem longe do que você esperaria de um carro na faixa dos R$ 70 mil.

Mas é aí que o Renault Kwid consegue uma leve vantagem sobre o Fiat Mobi, vencendo essa disputa. O modelo francês é mais equipado, oferece um pouco mais de segurança e anda mais que seu rival.

O motor 1.0 de 3 cilindros do Kwid é mais eficiente, mesmo oferecendo menos potência (71 cv contra 74 cv do Fiat). O torque de 10 kgfm é superior, levando o carrinho até os 100 km/h em 13,2 segundos e alcançando 156 km/h de máxima.

As médias de consumo também são as melhores no segmento, com 10,8 km/l (E) e 15,3 km/l (G) na cidade e 11 km/l (E) e 15,7 km/l (G) na estrada.

Sua versão de entrada já oferece ar-condicionado, rádio com Bluetooth, 4 airbags, monitoramento de pressão dos pneus, controle de estabilidade, assistência em rampas, luzes diurnas em LED e direção elétrica.

O modelo de entrada da Renault é oferecido nas versões Zen, Intense e Outsider, com preços entre R$ 71.190 e R$ 76.990.

Hatch compacto: Peugeot 208

peugeot 208 style 1.0 turbo (1)
peugeot 208 style 1.0 turbo (1)

A disputa continua acirrada entre os hatches compactos, com o Polo liderando as vendas em 2023 com mais de 111 mil unidades. Mas outro modelo do segmento aparece como uma boa opção, e por vários motivos.

Estamos falando do Peugeot 208, que recentemente ganhou o tão aguardado motor 1.0 turbo de 130 cv e 20,4 kgfm. Numa comparação com o próprio Polo, ele é mais rápido no 0 a 100 km/h (9 segundos contra 10,5 segundos).

Nas médias de consumo, o 208 turbo alcança 8,8 km/l (E) e 12,5 km/l (G) na cidade ou 10 km/l (E) e 14,1 km/l (G) na estrada, mostrando que agora ele também conta com a eficiência que seus rivais turbinados já tinham.

Além disso, o francês tem um design mais chamativo e oferece um interior mais requintado que seus concorrentes, como Polo, HB20 e Onix. Isso sem contar sua boa lista de equipamentos, alguns exclusivos no segmento.

Olhando para a versão topo de linha Griffe, que sai por R$ 114.990, ele tem multimídia de 10,3″ com espelhamento sem fio, 6 airbags, painel digital, faróis de LED, carregador wireless, frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa e até teto solar panorâmico.

Outro ponto positivo é que ele fica dentro da faixa de preços de seus rivais, com a versão mais barata saindo por R$ 89.990.

Sedã compacto: Volkswagen Virtus

virtus exclusive 2024 1
virtus exclusive 2024 1

O Virtus ainda vende bem menos que o Onix Plus, mas a Volkswagen conseguiu acertar em diversos pontos para torná-lo uma excelente opção entre os sedãs compactos.

Ao contrário da Chevrolet, que continua vendendo uma versão 1.0 aspirada de seu sedã (com preço mais baixo e boas vendas), a marca alemã decidiu subir seu modelo de patamar e oferecer apenas a motorização turbo.

Com isso, a opção de entrada se diferencia apenas pelo câmbio manual, uma receita interessante, enquanto as outras tem transmissão automática. Mas o grande destaque da linha usa outro conjunto.

O Virtus Exclusive, com motor 1.4 TSI de 150 cv, se tornou uma opção até para quem não abria mão de um SUV nessa faixa de preço. Ele conta com rodas aro 18, faróis full LED, lanternas em LED e um acabamento acima do esperado.

Ainda vem com multimídia de 10,1″, painel digital, carregador sem fio, A/C automático com saída traseira, 6 airbags, ACC, controle de tração e estabilidade, alerta de colisão com frenagem automática, sensor de chuva e crepuscular, entre outros.

O espaço interno também é bom, sem fazer os ocupantes traseiros sofrerem tanto como em alguns SUVs de preço similar. E isso sem citar o enorme porta-malas de 521 litros.

O preço é um pouco salgado, mas seus R$ 150.990 pelo menos garantem as 3 primeiras revisões grátis. Além dessa opção, o Virtus ainda é vendido em outras 4 versões, começando em R$ 108.990.

Sedã médio: Nissan Sentra

nissan sentra exclusive 2024 1
nissan sentra exclusive 2024 1

Se você prestou atenção no preço do Virtus Exclusive, vai achar o Nissan Sentra uma opção ainda melhor. E isso num segmento dominado pelo Toyota Corolla, que vende tanto por aqui.

Mas o renovado Sentra tem diversas qualidades que você deve conhecer, começando por seu visual. É raro achar alguém que não tenha gostado de seu design, assim como é difícil passar despercebido na rua se você estiver dentro desse sedã.

A versão mais barata Advance (R$ 151.490) já vem com rodas diamantadas aro 17, ar digital dual zone, bancos dianteiros aquecidos (elétrico para o motorista), sensor de luz, piloto automático, faróis full LED, 6 airbags, alerta de colisão frontal, assistente de frenagem, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e multimídia de 8″ com seis alto-falantes.

Pulando para a versão topo de linha, o Sentra ganha partida remota, ACC, teto solar, alerta de tráfego cruzado traseiro, assistente de permanência em faixa, monitoramento de ponto cego, câmera 360º e sistema de som Bose.

Mesmo resistindo ao downsizing e mantendo seu 2.0 aspirado de 151 cv e 20 kgfm, o modelo da Nissan apresenta um rodar bem suave e ótimas médias de consumo. E ele ainda tem o melhor espaço interno da categoria.

SUV compacto: Fiat Fastback

fiat fastback limited edition
fiat fastback limited edition

Mesmo sendo um estreante por aqui, o Fastback chegou mostrando que vai incomodar os modelos mais tradicionais no disputadíssimo segmento dos SUVs compactos, hoje liderado pelo VW T-Cross.

O primeiro ponto positivo, pelo menos para a maioria do público, é seu visual com estilo cupê. Ele trouxe algo diferente para uma turma que seguia praticamente a mesma linha, e isso ainda rendeu outro destaque: seu enorme porta-malas de 516 litros.

Com a mesma base de Cronos e Pulse, esse SUV emprestou algumas coisas de seus irmãos e isso deixou seu custo de manutenção num patamar bem aceitável. Mas ele é superior em outros aspectos, como o nível de equipamentos.

Mesmo olhando para a versão de entrada, você terá A/C automático e digital, sensor de estacionamento, multimídia de 8,4″ com espelhamento sem fio, câmera de ré, faróis e lanternas em LED, piloto automático e rodas aro 17.

A linha de motores do Fastback traz o 1.0 turbo de 130 cv, muito bem ajustado para o carro, e o mais potente 1.3 turbo de 185 cv. O modelo ainda tem a versão Abarth. Os preços ficam entre R$ 121.990 e R$ 159.990.

SUV médio: Jeep Compass

compass dark 1
compass dark 1

A dobradinha da Jeep entre os SUVs começa com a vitória do Compass entre os médios do segmento. Afinal, ele tem um bom tamanho para a família, visual que agrada e um custo de manutenção dentro do esperado.

Assim como seu irmão, ele também usa o motor 1.3 turboflex de 185 cv, mas as versões mais caras seguem com o 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm. Elas são as únicas com tração 4×4 dentro da gama.

Vale lembrar que o Compass ainda tem uma versão híbrida por aqui, que custa R$ 347.300 e vem com o motor 1.3 turbo (gasolina) ligado ao propulsor elétrico, rendendo 240 cv e 47,9 kgfm.

A versão Limited T270 oferece um bom pacote, com painel digital, banco elétrico, partida remota, rodas aro 19, sete airbags, carregador wireless, sensor de chuva e luz, ar dual zone, multimídia de 10,1″, faróis full LED, piloto automático e 6 alto-falantes.

Por R$ 10.300, você leva um pacote opcional com aviso de colisão frontal, aviso de mudança de faixas, comutação automática dos faróis, detector de fadiga, alerta de pontos cegos, Park Assist, ACC, leitor de placas, sensor de estacionamento dianteiro e som Beats de 506W com 8 alto falantes e subwoofer.

No geral, a gama do Compass varia entre R$ 184.990 e R$ 269.990, sem contar a versão híbrida.

SUV grande: Jeep Commander

jeep commander flex avaliacao na 48
jeep commander flex avaliacao na 48

Mesmo sendo mais caro, o SW4 vende quase o mesmo que o Commander, mas essa distância deve aumentar nos próximos meses. Um dos motivos é exatamente o preço, mas o Jeep ainda tem outras qualidades.

Sua gama se limita a cinco versões, mas a opção de entrada Longitude T270 foi a última a chegar. Isso fez com o que o preço mínimo do SUV caísse quase R$ 20 mil, partindo de R$ 241.950.

Nessa configuração, ele vem com sensor de luz e chuva, multimídia com espelhamento sem fio, ar dual zone com ajuste de intensidade para as fileiras traseiras, bancos em couro (elétrico pro motorista), faróis full LED, painel digital, piloto automático, 6 airbags, Park Assist, entre outros.

O Commander ainda oferece um ótimo aproveitamento de espaço interno, com 5 cm a mais de entre-eixos que o SW4 e chegando a 1.760 litros no porta-malas.

Suas versões tem motor 1.3 turboflex ou 2.0 turbodiesel, com preços entre R$ 241.950 e R$ 338.990.

Picape pequena: Fiat Strada

fiat strada ultra 2024 1
fiat strada ultra 2024 1

A Strada continua dominando o segmento com muita tranquilidade. Em 2023, ela fechou 120.570 unidades, contra apenas 46.595 emplacamentos da Saveiro. Ou seja, o modelo da Fiat tem avassaladores 72% de participação.

Suas últimas mudanças só serviram para reforçar esse posicionamento. Hoje, ela é vendida a partir de R$ 100.990, com versões de cabine simples ou dupla, motores 1.3 aspirado ou 1.0 turbo e câmbio manual ou automático.

Ainda que esteja bem mais cara, ela ainda conta com boas vendas para quem procura uma picape valente para o trabalho. Nesse caso, sempre existem bons descontos na negociação.

Mas a Strada também se tornou uma opção para quem quer mais conforto, já que ela pode vir equipada com ar digital, bancos em couro, rodas aro 16, quatro airbags, multimídia de 7″, faróis em LED, sensor de estacionamento e até carregador wireless.

Para ter o pacote mais completo, porém, prepare seu bolso: as versões Ranch ou Ultra, ambas com motor 1.0 turbo e câmbio automático, não saem por menos de R$ 133.990.

Picape média: Chevrolet Montana

chevrolet montana rs 2
chevrolet montana rs 2

Num degrau acima da Fiat Strada, o mercado nacional tem algumas opções interessantes de picapes que também conseguem levar uma família com conforto. E um bom exemplo disso é a Chevrolet Montana.

Um de seus pontos positivos é que a versão Premier 1.2 turbo custa R$ 150.840, apenas R$ 940 a mais que uma Fiat Toro de entrada. Ou seja, tem o conforto de um SUV com a praticidade da caçamba, lembrando que usa a mesma plataforma que o Tracker.

O motor 1.2 turbo de 133 cv também tem um desempenho interessante, sem exagerar no consumo. E a lista de equipamentos tem 6 airbags, alerta de ponto cego, luzes em LED, rodas aro 17, ar digital, sensor de luz, carregador wireless e MyLink de 8 polegadas.

A gama começa em R$ 123.400 na versão 1.0 turbo manual e vai até R$ 153.900 na recém-lançada versão RS.

Picape grande: Ford Ranger

nova ranger xl xls 1
nova ranger xl xls 1

A nova Ranger chegou ao mercado brasileiro para estabelecer um novo patamar de qualidade e refinamento entre as picapes grandes. Sim, grandes aqui, pois lá fora existem diversos modelos bem maiores.

Maior e mais moderna, ela usa um novo chassi e é vendida com os motores 2.0 turbodiesel de 170 cv e 3.0 V6 turbodiesel de 250 cv. Ela usa as versões de acabamento XL, XLS, XLT e Limited, totalizando 7 versões entre R$ 239.990 e R$ 339.990.

Com seu pacote mais completo, ela tem 7 airbags, painel digital, multimídia SYNC 4, carregador wireless, partida remota, faróis full LED automáticos, banco elétrico, alerta de colisão, leitor de placas, ar dual zone com saída traseira, ACC, assistente de permanência em faixa, câmera 360 graus, entre outros.

Ainda que seja um modelo separado, a Ford ainda vende a Range Raptor, por R$ 448.600. Seu motor 3.0 V6 biturbo entrega 397 cv e 59,4 kgfm, fazendo a picape chegar aos 100 km/h em apenas 5,8 segundos.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no damanbet.in, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.

damanbet.in Mapa do site