eacdn

Em acidentes: O velocímetro realmente trava na velocidade que o carro estava?

velocimetro
velocimetro

Já ouviu alguém falando com a maior certeza do universo, que a velocidade em que o velocímetro do carro travou depois do acidente, era a velocidade em que o carro estava quando se acidentou?

E não são apenas pessoas que dizem isso, mas também sites e jornais.

Será que é realmente verdade?

Nem sempre a velocidade do velocímetro é a que o carro estava

O perito em acidentes de trânsito Raphael Martello, garante que isso não é verdade.

Ele diz que a simples constatação da posição do ponteiro não pode ser considerada como uma comprovação da velocidade.

Em um acidente, todos os componentes do carro se deslocam de forma muito forte, e a própria inércia pode fazer com que o ponteiro se movimente, pois a desaceleração é muito forte.

Na maioria das vezes, a velocidade do ponteiro nem mesmo é parecida com a velocidade final do veículo antes do impacto.

velocimetro
velocimetro

O exemplo da Mercedes em que estava a princesa Diana

Em 1997, a princesa Diana, também conhecida como Lady Di, estava em uma Mercedes Classe S na cidade de Paris, quando o motorista bêbado perdeu o controle e bateu contra pilares de um viaduto.

Muito se falou na época sobre o ponteiro ter ficado trava em uma velocidade próxima de 200 km/h, mas depois de uma perícia ter sido feita no carro, foi constatado que a Mercedes estava na verdade a cerca de 95 km/h.

Iaran Gadotti, da área de desenvolvimento da Continental, especializado na área de painéis de instrumentos, também diz que se trata de um mito.

velocimetro2
velocimetro2

As rodas que enganam

Ele informa que no projeto do velocímetro não existe nenhum componente que trave o mesmo na última velocidade detectada antes do acidente.

E como a informação mostrada no painel vem da velocidade das rodas, se algo acontecer bem na hora do acidente que as faça girar muito mais rápido do que o usual, a velocidade exagerada ficará gravada no painel, erroneamente.

Em outro extremo, se o motorista frear muito forte e as rodas travarem, o velocímetro pode descer a 0 km/h. Mas isso não significa que o carro estava parado, é claro.

Em caso de acidentes com impactos muito grandes em toda a área frontal do carro, os componentes que medem a velocidade serão todos danificados, rompendo fios e causando outros estragos, o que fará com que o painel de instrumentos pare de funcionar.

A velocidade exata na hora do acidente

O único ponto do veículo que registra a velocidade exata na hora do acidente é o sensor do sistema de airbags.

Mas, atualmente, não existe nenhum componente que leve essa informação ao quadro de instrumentos.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




Autor: Eber do Carmo

Fundador do eacdn, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no eacdn, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.

eacdn Mapa do site